O que atrasa a adoção de livros didáticos digitais? Organização e domínio

Eduardo Melo Ebooks, Mercado, Notícias 3 Comments

Esta foi a pergunta feita pelo site Publishing Perspectives, poucos dias atrás, em relação ao mercado americano. Os leitores do PP disseram, basicamente, que os didáticos digitais são apenas versões digitalizadas dos livros impressos, até mesmo PDFs, custando o mesmo que o impresso. E para eles, habituados a revender livros didáticos para outros estudantes, após o término do período letivo, não faz nenhum sentido pagar a mesma coisa por uma versão meramente digitalizada, que não poderá ser revendida.

Nada muito diferente, afinal, do que o Brasil experimenta nesta área. É justamente a digitalização do conteúdo do livro digital, o que atrasa [leia mais]

SimplíssimoO que atrasa a adoção de livros didáticos digitais? Organização e domínio

Análise do edital do MEC para livros didáticos digitais

Eduardo Melo Ebooks, Mercado 2 Comments

Semana passada, o governo federal divulgou o edital de seleção de livros didáticos do Ensino Médio, para o ano letivo de 2015 – incluindo, pela primeira vez, a possibilidade de inscrição de livros didáticos digitais. A iniciativa é louvável e coerente – afinal, se o governo quer fornecer tablets aos alunos, precisa providenciar conteúdo adequado.

Não serão aceitos livros digitalizados – PDFs e ePubs simples, sem recurso multimídia, ficam fora da seleção. A ideia é que o livro digital traga o conteúdo dos livros impressos “integrados a objetos educacionais digitais”, como “vídeos, imagens, áudios, textos, gráficos, tabelas, tutoriais, aplicações, [leia mais]

SimplíssimoAnálise do edital do MEC para livros didáticos digitais

Livros Didáticos Digitais ‘Patinam’ Enquanto Editoras Adotam Estratégias Diferentes

Eduardo Melo Notícias Deixe um comentário

Mais um texto bacana da Folha pensando o livro digital. Desta vez, olhando especificamente as editoras de livros didáticos. Afinal, o governo vai gastar uma fortuna com tablets…vai ter livros para esses aparelhos?

O texto é de Luisa Pessoa:

Algumas editoras até já possuem versões do material para a plataforma tablet. Porém, organização e conteúdo são bem similares aos dos livros “tradicionais”, em papel.

Das seis grandes editoras ouvidas pela reportagem, duas ainda não têm versões digitais do material didático e, das que possuem, apenas três trazem recursos digitais complementares, como áudios, vídeos e animações.

As editoras afirmam, porém, que [leia mais]

SimplíssimoLivros Didáticos Digitais ‘Patinam’ Enquanto Editoras Adotam Estratégias Diferentes