10 razões para os autores autopublicados serem 50% do mercado de eBooks em 2020

da Redação Autores, Ebooks, Mercado, Notícias

No mercado dos eBooks, juntamente com as editoras, existe uma parcela de “publicadores” que tem ganhado cada vez mais expressão: a dos autores autopublicados.  Mesmo que ainda estejam em minoria, os autores indie (como são chamados os autores independentes) estão na crista da onda no mercado de livros, que pende cada vez mais para o digital.

Após fazer uma análise de tendências e estatísticas do mercado de livros, Mark Coker, fundador da Smashwords, explica através de 10 tópicos as razões pela qual ele acredita que os autores independentes serão, em 2020, 50% do mercado de eBooks. Confira:

1 – Declínio da versão impressa

A transição para as telas será impulsionada pelas ofertas, mobilidade e prazer de realizar a leitura oferecida pelos eBooks, tornando a versão impressa menos usual.

2 – Fechamento de lojas

Com a mobilidade e comodidade oferecidas pelos eBooks, a necessidade de ir até uma livraria diminuirá.

3 – Diminuição do reconhecimento dado pelas editoras ao livro impresso

Fato que estimulará os autores a explorarem ainda mais o campo das publicações independentes, algo que pode tornar a parcela ainda maior que 50%.

4 – Aperfeiçoamento das publicações

Nos últimos 6 anos, a qualidade dos livros publicados por autores independentes aumentou consideravelmente, fazendo com que a sua compra torne-se vantajosa quando aliada ao seu baixo custo.

5 – Explosão no número de eBooks publicados

Com a democratização do processo de publicação, haverá um aumento no número de títulos publicados até mesmo por autores de menor expressão.

6 – Segmento norteador

Os autores independentes estão “encabeçando” a próxima geração das publicações, agindo de maneira coletiva e cooperativa.

7 – Quebra no estigma

A publicação independente não é mais tida como de baixa qualidade como era há alguns anos atrás.  Hoje, um autor sabe que, mesmo sem os recursos oferecidos por uma editora, pode alcançar um alto nível de profissionalismo com suas publicações.

8 – O valor da publicação independente

Muitas vezes, não há o devido entendimento entre as editoras e os seus autores. Com a possibilidade de realizar uma publicação independente, o autor tem total controle sobre o seu futuro editorial e inovações que achar cabíveis.

9 – Marca do autor

Os leitores em geral não se importam com a marca da editora do livro em que estão buscando. Para eles, há uma preocupação maior com o nome do autor, e a imagem que ele passa ao seu público. Os autores indie estão aperfeiçoando cada vez mais o processo de criar  sua própria marca.

10 – Afastamento de escritores das editoras

Com o crescimento do processo de independência das publicações, o número de escritores que recorrerá às editoras para lançarem seus livros diminuirá.

Para ler o texto original, com a análise completa de Mark Coker, acesse o blog do Smashwords.

Para publicar seu livro em ebook ou impresso, nas principais livrarias online, conheça o serviço de publicação da Simplíssimo. Nossos números são difíceis de bater: desde 2010, a Simplíssimo comercializou mais de 1 milhão de exemplares e publicou mais de 1.000 ebooks e livros impressos. Veja como funciona a publicação para seu livro, aqui.

 

Simplíssimo10 razões para os autores autopublicados serem 50% do mercado de eBooks em 2020