Autora Coloca 11 Finais Diferentes em Seu Livro Digital

da Redação Autores, Ebooks, Notícias 1 Comment

Parece bizarro, mas talvez não seja. Aliás, é bem provável que seja um assunto polêmico. Após escrever dois livros em que matava os personagens no final, a autora Caroline Smailes recebeu duras críticas sobre suas obras. Os leitores não queriam esse final, e chegaram a rasgar e jogar fora seus livros. Então, Smailes teve uma ideia.

Seu novo livro, 99 Reasons Why, foi lançado em versão digital. Até aí tudo normal, não fosse o fato de que, ao chegar no capítulo 99, o leitor é apresentado a uma roleta que contém 11 números. E cada número representa um final diferente.

Para alguns, isso é um sacrilégio. Os mais tradicionais acham que um livro deve ter apenas um final, aquele idealizado pelo autor. Mas, para Smailes, isso não precisa ser assim. O leitor poderá ler, se quiser, os 11 finais, e decidir de qual gosta mais.

Se é certo ou não, eu não sei. Mas é interessante acompanhar para percebermos as oportunidades que o digital traz. Essa é uma forma branda de interatividade, mas o que mais podemos criar a partir disso? É também importante perceber que autor e editor trabalharam juntos para ter esse livro diferente. Ambos estavam envolvidos na produção, então Smailes pode conceber 11 finais, pois sabia que isso seria possível em um eBook. Inserir o autor na cadeia de produção é muito importante, e também lucrativo.

Confira a reportagem:

Escritora cria 11 finais diferentes para livro digital 

Com informações do UOL Notícias.

Para publicar seu ebook ou livro impresso, nas principais livrarias online, conheça o serviço de publicação da Simplíssimo. Desde 2010 a Simplíssimo já comercializou mais de 1 milhão de exemplares, para mais de 1.500 autores e editoras. Veja como funciona.

 

Sobre o autor

da Redação

Para entrar em contato com a redação do Revolução eBook, escreva para sac@simplissimo.com.br

SimplíssimoAutora Coloca 11 Finais Diferentes em Seu Livro Digital

Comments 1

  1. A idéia não é nova, visto que há muitos livros com finais alternativos, e até o caso “extremo” d’O Jogo da Amarelinha (Cortázar), cuja leitura não precisa (ou não deve) seguir a ordem estabelecida no livro. Mas é interessante ver que isso é possível também no e-book.
    Eu faria diferente: permitiria a escolha de um dos finais, mas apenas de um. Escolhido este, os outros dez deixariam de estar disponíveis para leitura. Assim, se o lieotr não gostasse do livro, a culpa seria mais dele que da autora.
    :o)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Currently you have JavaScript disabled. In order to post comments, please make sure JavaScript and Cookies are enabled, and reload the page. Click here for instructions on how to enable JavaScript in your browser.