Empacotando eBook, nova coluna sobre marketing para ebooks

Letícia Feres Dicas, Mercado, Notícias 5 Comments

Dentro do melhor espírito do Revolução eBook, trazemos para os leitores mais uma colunista para o nosso time!

Com a autoridade de quem trabalha diariamente com eBooks, Letícia Feres, Merchandiser da Kobo para Brasil e Portugal, escreverá quinzenalmente na coluna “Empacotando eBook”, sobre as melhores práticas para marketing digital. Letícia é formada em Letras pela UFMG, com complementação em Formação de Editores pela UCM/Espanha.

Nossas boas-vindas à Letícia! Confira a coluna de estreia:

Conversa de conteúdo

Sempre amei as livrarias, mas passei por um período em que eu não tinha mais tempo de ir até elas. Eu trabalhava como chefe de redação de um site de daily deals, e isso consumia toda a minha vida. Mas eu continuava gostando de livros. E invariavelmente eu dava uma olhada no site das livrarias físicas, em busca de algo interessante para ler.

Foi aí que percebi que tinha alguma coisa muito estranha no ecommerce editorial. Eu ia em busca de um livro de marketing, queria aproveitar o frete e levar alguns livros de poesia e literatura, mas eu não conseguia. Eu queria comprar, mas tinha que contar apenas com a memória de algum título interessante que um dia quis ler.

Eu estava ali, solitária naquele espaço, sem qualquer ajuda para redirecionar o meu olhar. O algoritmo que tentava fazer as vezes de vendedor ficava absolutamente atrapalhado se eu tentava subverter a lógica das minhas últimas leituras.

Era como se ele dissesse: se você anda lendo sobre marketing, não há porquê ficar dando voltas nessa prateleira de filosofia, mocinha. Aqui não é lugar para você. E ai de mim se quisesse dar uma folheada em algum livro. É claro que aqui não abrimos livros “chilincados”. Se eu pudesse, jamais voltaria a uma livraria como essa.

É claro que com a chegada das eBookstores muita coisa mudou. Hoje posso baixar uma amostra e dar uma folheada no livro – mas só vou até aonde o editor me permite. Já está bom dar uma olhada no capítulo 1, senhorita. Agora volte às compras.

Hoje os algoritmos são melhores, mas dependem do bom trabalho de indexação do conteúdo pelos editores – por meio de códigos como o BISAC, por exemplo. Mas será só isso bastaria para recriar a experiência de uma livraria em um ambiente virtual?

Há alguns meses venho pensando que uma boa estratégia de conteúdo digital pode ajudar a suprimir essa defasagem. Afinal, quem não gosta de uma boa conversa? Meu foco são os eBooks, mas muitas ferramentas podem ser usadas também para a venda de livros físicos em ambiente virtual.

A ideia é apresentar e comentar quinzenalmente as melhores práticas de marketing digital. E temos muito o que discutir!

Na próxima semana gostaria de começar com algo muito simples e bastante poderoso: a escrita de sinopses. Se você quiser sugerir os próximos temas, escreva para mim e diga onde é que seu calo aperta: leticiaferes@gmail.com

Letícia Féres é mineira, formada em Letras pela UFMG, com complementação em Formação de Editores pela UCM/Espanha. Sempre quis trabalhar com livros. Agora ganha a vida com o que mais gosta: livros e internet.

SimplíssimoEmpacotando eBook, nova coluna sobre marketing para ebooks

Comments 5

  1. Seja bem vinda Letícia Feres!
    Sua coluna chegou no momento exato pra mim, todo material sobre marketing literário que encontrei na internet está desatualizado.
    Vou indicar para as escritoras do meu blog, capricha!

  2. Gostei muito do "quem não gosta de uma boa conversa?" É que o anda faltando por aí, no mundo literário – despretenciosas e boas conversas sobre livros, sobre a vida. Se isso ajudar a comprar e vender livros, melhor ainda!!

  3. Bem vinda, Letícia. Espero que você nos ajude a preencher esta lacuna que existe hoje, chamada “divulgação”.
    O resto ficou fácil, inclusive para quem é adepto da autoprodução, como eu. Em aproximadamente um mês: escrevi um texto em português, traduzi para inglês, publiquei os dois como ebooks e não sei como fazer para que alguém os leia. Inclusive com capas selfmade. Veja “clovis nicacio” na Kobo.
    Agora cheguei no ponto em que é impossível seguir sozinho. Tomara que seus textos nos mostrem o caminho.
    Aguardo ansiosamente. Grato, Clovis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *