Vale a pena testar os apps da Kobo para iOS e Android, que substituem os apps da Livraria Cultura

Eduardo Melo (Simplíssimo) Dicas, Ebooks, Notícias 6 Comments

Alguns dias atrás, comentamos aqui sobre a avaliação ruim dos usuários aos apps de leitura da Livraria Cultura. Porém, desde o dia 05/12, os ebooks vendidos pela Cultura já são conectados diretamente na plataforma da Kobo, o que inclui os apps Android e iOS – muito melhores, segundo a avaliação dos próprios usuários da App Store e Google Play.

É uma ótima notícia para os leitores que estavam insatisfeitos com os antigos aplicativos. E é possível experimentar os novos apps sem desembolsar nada, já que alguns ebooks gratuitos estão disponíveis.

O Revolução eBook perguntou para a assessoria da Livraria Cultura se havia planos de descontinuar os apps antigos, em prol dos apps da Kobo. Os planos existem, mas até os ebooks vendidos antes de 05/12 serem migrados para a plataforma da Kobo, os apps antigos seguirão disponíveis, para permitir o acesso aos livros.

Veja a posição oficial da Livraria Cultura:

“Em respeito aos clientes que adquiriam ebooks antes do dia 5/12 e que ainda não os baixaram, manteremos os eReaders antigos, até que façamos a migração, para a plataforma Kobo Livraria Cultura, de todos os ebooks de todos os clientes conforme compromissado no lançamento do nosso eReader.

A Livraria Cultura, mantendo o seu perfil inovador, oferecerá uma plataforma Mobile para compras em nosso Site. Além disto, através dos Apps de sua parceria com a Kobo oferecerá leitores digitais nas plataformas iOS e Android e, também, de venda de ebooks na plataforma Android, já disponíveis em suas respectivas lojas virtuais.”

 

Para publicar seu livro em ebook ou impresso, nas principais livrarias online, conheça o serviço de publicação da Simplíssimo. Nossos números são difíceis de bater: desde 2010, a Simplíssimo comercializou mais de 1 milhão de exemplares e publicou mais de 1.000 ebooks e livros impressos. Veja como funciona a publicação para seu livro, aqui.

 

SimplíssimoVale a pena testar os apps da Kobo para iOS e Android, que substituem os apps da Livraria Cultura

Comments 6

  1. Existe um problema extremamente chato entre Kobo e Cultura. Eu possuo conta nas duas empresas com o mesmo email (já havia estas contas muito antes da junção), por conta disso, eu simplesmente NÃO consigo logar na Kobo com minha conta da Cultura. Toda vez que tento, o sistema informa que meu email está cadastrado na Kobo (e realmente está) e me impede e logar na Cultura. Ou seja, só posso ser cliente de uma delas! oO

    O pior, não encontrei nenhuma forma de cancelar a conta Kobo para ficar com a da Cultura (onde possuo alguns livros comprados e gostaria de ter acesso a eles na plataforma Kobo). Entrei em contato com a central de atendimento da Cultura/Kobo, mas como sempre, o pessoal perece que não entendeu o fato e me deram informações inúteis…

    Enfim, como já sou cliente e fã da Amazon… bye =] (Apesar de continuar na Amazon americana… ainda não vi motivos para migrar para a brasileira que só tem desvantagens…)

    1. Interessante teu relato, e absurdo! Quanto à migração da Amazon, a única coisa que a pessoa perde é acesso a publicações. Os livros do audible continuam acessíveis, já fiz o teste e peguei um audiobook gratuito sem problemas depois da migração. Como até hoje não vi nenhum livro faltando na amazon brasileira que esteja disponível na americana para nós e o preço é igual/similar ou até menor, além de ser mais prático pagar e naõ ter de esperar a fatura pra saber o valor, não vejo vantagens em usar a amazon americana para e-books. Além disso, dá pra continuar usando a amazon.com pra comprar outras coisas e é possível reverter para a amazon.com quando quiser.

    2. Olá Luis, eu acredito que o problema não seja de você possuir conta na Cultura e no Kobo com mesmo email e sim do próprio aplicativo.
      Eu nunca tinha acessado o Kobo e estou tendo o mesmo problema de não conseguir logar e ter acesso ao ebook que adiquiri na Livraria Cultura.
      Já me irritei o que podia com isto e o atendimento da Cultura e do Kobo dão respostas vagas, como se o problema fosse meu, que não sei digitar meu login e senha corretos. Cansei e pedi o reembolso do que gastei no ebook, agora quero ver receber… :/

      1. Vixe…

        Pois é, por estas e outras coisas, que mesmo com formato de arquivos fechado, entre outros pontos negativos que o pessoal relata sobre a Amazon, eu prefiro o Kindle. Até hoje nunca tive dificuldades para comprar ou ler algum livro. Sempre é tudo muito simples e funcional, além disso, geralmente é o menor ou mesmo preço…

        Outra ótima experiência que tive com a Amazon americana foi quando meu Kindle quebrou. ACREDITEM, era umas 23:00h quando eu entrei em contato com a Amazon através do chat online e antes de 23:10h o atendente já havia solicitado o envio SEM CUSTOS de um novo Kindle para mim. Detalhe: o primeiro foi comprado nos EUA e mesmo assim eles enviaram o novo aqui para o Brasil e sem burocracia, sem stress, sem “brasilidade”…

  2. Achei muito desagradável a obrigatoriedade de ter o aplicativo kobo para baixar as compras. Algo que já exisita na saraiva com o seu aplicativo e me fez desistir de comprar por lá….

    1. Oi Maurem
      Não é necessário baixar o aplicativo. No site da Kobo, na sua biblioteca você pode baixar diretamente o arquivo e abrir ele no Adobe Digital Edition (caso tenha DRM), no seu eReader ou em outro aplicativo que queria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *