Pesquisa Mostra que Japoneses Não Estão Aderindo aos eBooks

da Redação Ebooks, Notícias 2 Comments

Em um dos países mais tecnológicos do mundo, a população não está interessada em livros digitais. Foi isso que mostrou a pesquisa publicada pelo Net Mile. Eles entrevistaram 400 chineses e 600 japoneses, e ao perguntar para esses últimos “Você usa ou pretende usar eBooks” a resposta de 57.5% foi de que nunca tinham lido um livro digital. Entre os chineses, a porcentagem dessa mesma resposta foi de apenas 4.5%.

Enquanto 70% dos chineses entrevistados afirmaram já ter baixado e lido um eBook, apenas 10% dos japoneses já fizeram isso. E 90% dos chineses disseram querer ler um livro digital no futuro. E, de acordo com o site The Bookseller, essas são informações já conhecidas pelo mercado editorial japonês. “Esses dados refletem certamente minha própria pesquisa”, disse Robin Birtle, CEO da editora Sakkam Press.

Segundo Birtle, a rejeição pode estar no fato de que os japoneses esperam mais pela qualidade dos produtos, e a indústria editorial japonesa já oferece muita qualidade em seus produtos impressos. “Eu acho que os usuários pressentem a falta de maturidade no mercado de eBooks e os usuários não estão sendo tentados a experimentar eBooks em grande número, e ao invés disso estão testando-os, rejeitando-os e voltando aos impressos. Em poucas palavras, japonês consumidores são pró tecnologia, mas acima de tudo são pró qualidade”, disse ele.

Um outro motivo estaria no fato de que a população japonesa têm 22% das pessoas com mais de 65 anos, enquanto que os chineses são majoritariamente mais jovens.

Para publicar seu livro em ebook ou impresso, nas principais livrarias online, conheça o serviço de publicação da Simplíssimo. Nossos números são difíceis de bater: desde 2010, a Simplíssimo comercializou mais de 1 milhão de exemplares e publicou mais de 1.000 ebooks e livros impressos. Veja como funciona a publicação para seu livro, aqui.

 

SimplíssimoPesquisa Mostra que Japoneses Não Estão Aderindo aos eBooks

Comments 2

  1. Creio que os japoneses gostam, além de qualidade, valorizam o design dos aparelhos. E eles também têm uma queda por coisas fofinhas. Os e-readers ainda são bem básicos nesse quesito.

    1. Acho que eles não ligam para coisas básicas, mas tem que funcionar direito. Só agora, com o ePub 3, é que os sinais do idioma deles poderão ser usados com qualidade. Antes era um horror. E PDF ninguém merece…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *