Pirataria em números: o que revela uma análise de 100 obras do site Livros de Humanas

Eduardo MeloAtualizado em: Autores, Ebooks, Notícias 37 Comments

Uma discussão baseada quase exclusivamente em opiniões, não em dados, tem sido a tônica do debate entre defensores e críticos da pirataria, após o fechamento do site Livros de Humanas. Para tentar mudar o cenário, o Revolução Ebook analisou uma amostragem de 100 livros oferecidos pelo site, e com estes dados vamos discutir três dos argumentos mais frequentes usados a favor do Livros de Humanas, e dos sites de pirataria de livros em geral:

“Muitos dos livros oferecidos estão indisponíveis no mercado”; “Os livros são muito caros e inacessíveis”; “É preciso dar acesso aos livros, pelo bem da cultura”.

Sobre a [leia mais]

SimplíssimoPirataria em números: o que revela uma análise de 100 obras do site Livros de Humanas
Feira Escolar do Livro Digital

Como foi a Primeira Feira Escolar do Livro Digital

da RedaçãoAtualizado em: Notícias Deixe um comentário

A primeira feira escolar do livro digital aconteceu na sexta feira última em São Paulo, promovida pelo Colégio Santa Cruz. O objetivo era estritamente educacional, então o público era majoritariamente formado por professores e educadores.

Haviam vários estandes de editoras no Brasil que já trabalham com livros digitais infantis e na educação. Ocorreram pequenas palestras de meia hora, onde editoras e provedoras de serviço mostraram seus produtos e falaram de suas experiências com o digital, como foi o caso da Editora Callis.

A palestra magna foi o ponto alto do evento. Suzanna Florissi, diretora da CBL e da HUB Editorial, [leia mais]

SimplíssimoComo foi a Primeira Feira Escolar do Livro Digital