Apple aceita pagar US$ 400 mi para pôr fim a caso de e-books

Eduardo Melo (Simplíssimo) Ebooks

A Apple aceitou pagar US$ 400 milhões a consumidores para pôr fim a reclamações de consumidores e do governo norte-americano de que ela conspirou com cinco editoras para fixar preços de e-books, segundo registros judiciais arquivados nesta quarta-feira (16).

O acordo está condicionado ao resultado de um recurso pendente da decisão de um juiz federal no ano passado, de que a Apple era responsável por violar leis antitruste.

A decisão de um tribunal de apelações em Nova York contrária ao juiz poderia, pelo acordo, reduzir o montante a ser pago pela Apple para US$ 70 milhões, com US$ 50 milhões [leia mais]

SimplíssimoApple aceita pagar US$ 400 mi para pôr fim a caso de e-books

Pearson/Penguin faz acordo de US$ 75 mi em caso de ebooks nos EUA

Eduardo Melo (Simplíssimo) Ebooks, Mercado Deixe um comentário

A Penguin, da Pearson, disse na quarta-feira que pagará 75 milhões de dólares em danos mais custos e taxas, como parte de um acordo com os Estados Unidos sobre uma suposta fixação de preços no mercado de e-book.

A Pearson, que terá uma provisão adicional em suas contas este ano, após ter separado 40 milhões de dólares em 2012, já havia chegado a um acordo com o Departamento de Justiça dos EUA, no caso de preços de e-book. O mais recente acordo resolve o caso com estados individuais no país.

SimplíssimoPearson/Penguin faz acordo de US$ 75 mi em caso de ebooks nos EUA

Apple rejeita acusação de conspiração com editora para venda de livros digitais

Eduardo Melo (Simplíssimo) Ebooks, Mercado Deixe um comentário

A Apple negou nesta quarta-feira (15) as acusações do Departamento de Justiça dos Estados Unidos de que a empresa teria conspirado com editoras para elevar os preços de livros eletrônicos.

O orgão acusou a Apple em abril de 2012 de “conspirar” com cinco editoras para elevar os preços de seus e-books, coincidindo com o lançamento do iPad no início de 2010. Desde então, a Apple estabeleceu acordos com as editoras.

As editoras eram a HarperCollins Publishers da News Corp, Simon & Schuster da CBS, Hachette Book Group da Lagardère SCA, Macmillan, unidade da Verlagsgruppe Georg von Holtzbrinck GmbH, e a [leia mais]

SimplíssimoApple rejeita acusação de conspiração com editora para venda de livros digitais

Departamento de Justiça americano decide manter processo contra as Big Six

Nina Sarti Ebooks, Notícias Deixe um comentário

Refrescando a memória de quem não se lembra: no começo do ano, o Departamento de Justiça americano (DoJ) anunciou que a Apple e cinco das seis maiores editoras dos EUA (Penguin, Macmillan, Simon & Schuster, Hachette Book Group e HarperCollins) seriam investigadas por uma suposta conspiração para aumentar os preços dos e-books, o que teria culminado no chamado modelo de agência. Três das editoras – Simon & Schuster, Hachette e HarperCollins – propuseram um acordo; as outras duas e a Apple alegaram inocência e decidiram ir até o fim do processo. O DoJ, então, deu um [leia mais]

SimplíssimoDepartamento de Justiça americano decide manter processo contra as Big Six

Autores processam Harlequin pelos royalties de eBooks

Nina Sarti Ebooks, Notícias 2 Comments

Mais uma notícia sobre uma editora de romances, mas dessa vez não é nada boa: um grupo de autores está processando a Harlequin Books por uma suposta fraude referente ao pagamento de direitos autorais. A editora é acusada de [leia mais]

SimplíssimoAutores processam Harlequin pelos royalties de eBooks
Ebook Antitrust Lawsuits

Infográfico – Processos Antitruste Sobre eBooks no Mundo

da Redação Ebooks, Notícias Deixe um comentário

Se você pensa que é só nos Estados Unidos que o governo resolveu investigar o esquema de preços que editoras e empresas estão utilizando em seus eBooks, enagana-se. O infográfico abaixo mostra que muitos outros locais pelo mundo estão deixando a vida [leia mais]

SimplíssimoInfográfico – Processos Antitruste Sobre eBooks no Mundo
Bandeira do Canadá

Mais Problemas Para a Apple e as Big Five

da Redação Notícias Deixe um comentário

Após a decisão do governo americano do processo sobre o cartel de preços envolvendo a Apple e cinco das seis grandes editoras (HarperCollins, Penguin, McMillan, Hachette e Simon & Schuster), as coisas não ficaram muito boas para os envolvidos. A investigação que acontecia na União Europeia ganhou mais força, e surgiram investigações também na Austrália.

Agora, um escritório de advocacia de Vancouver entrou com uma proposta de ação coletiva contra os mesmos envolvidos. Segundo o jornal Toronto Globe & Mail essa é a última de pelo menos cinco pedidos similares feitos recentemente nos tribunais de Ontário, Quebec e BC.

“O caso dos EUA não vai cobrir os consumidores canadenses. Então [leia mais]

SimplíssimoMais Problemas Para a Apple e as Big Five

Big Six Reagem de Formas Diferentes Ante Processo Americano

da Redação Notícias 1 Comment

Com o anúncio da abertura do processo contra a Apple e cinco das Big Six devido ao modelo de agência na precificação dos eBooks, a indústria editorial virou de cabeça para baixo.

Cada uma das editoras envolvidas está reagindo de uma maneira diferente. HarperCollins, Hachette e Simon & Schuster entraram em acordo com o Departamento de Justiça, enquanto Apple, Macmillan e Penguin estão com o pé firme e devem ir ao tribunal para resolver a questão. A três que firmaram um acordo deverão pagar multa, ficarão impedidas de usar o modelo de agência [leia mais]

SimplíssimoBig Six Reagem de Formas Diferentes Ante Processo Americano
Bandeira dos Estados Unidos

Governo Americano Processa Apple e Editoras

da Redação Ebooks, Notícias Deixe um comentário

O site da Bloomberg anunciou hoje que os Estados Unidos abriram processo contra a Apple, Hachette SA, HarperCollins, Macmillan, Penguin e Simon & Schuster no tribunal distrital de Nova York, alegando que os editores conspiraram para fixar preços de eBook.

Entenda aqui o modelo da agência.

Antes em investigação pelo departamento de justiça, agora o processo está aberto e as empresas envolvidas devem preparar suas defesas. Simon & Schuster, Hachette e HarperCollins aceitaram os termos, a Penguin está se preparando, enquanto Apple e Macmillan se recusaram a se envolver nas negociações de acordo com o Departamento de Justiça, [leia mais]

SimplíssimoGoverno Americano Processa Apple e Editoras